EZFlar


Apresentando: Kunigo

Olá pessoal!

Com orgulho apresento a vocês a iniciativa que dominou 100% do nosso tempo nos últimos 4 meses: o Kunigo. (http://www.kunigo.com).

Kunigo é uma novíssima ferramenta colaborativa destinada a fazer com que você torne possível realizar aquelas idéias que tinham tudo para morrer na gaveta. Acima de tudo é uma novidade, um conceito diferente para criação de projetos envolvendo a troca de conhecimentos em uma rede de idéias.

É importante diz que é uma iniciativa sem nenhuma empresa/organização envolvida, sem patrocinador, sem anúncios. Não responde a nada, não é ligada a nada, somente aos próprios usuários e a seus respectivos conteúdos.

Vocês que trabalham com Realidade Aumentada, fatalmente são pessoas criativas, com projetos criativos aguardando loucamente uma chance de se tornarem reais e conhecerem a luz do dia. Por isso, convido a todos vocês, usuários do EZFlar, que prestigiem nosso novo sistema: entrem em http://www.kunigo.com, dêem uma olhada no tutorial explicando o conceito, explorem o site e digam o que acharam da experiência. Caso seja positiva, indiquem a novidade por aí – afinal, é um site movido por pessoas e idéias, com poder transformador real.

Abraços, obrigado pelo prestígio e desde já muito obrigado pela ajuda! 🙂

Anúncios

Fiz o modelo, mas a textura não carrega no EZFlar

Uma problema que fez com que quebrássemos a cabeça um bom tempo foi a relação entre modelo e textura no EZFlar. muitas vezes, o modelo até carregava – mas sempre em wireframe, só o aramado que define a forma.

Para resolver isso, é só fazer o seguinte:

  1. Crie seu modelo como sempre, em seu programa de preferência. Não esqueça que tem que ser bem leve, lowpoly.
  2. Aqui é que está o pulo do gato: atribua ao modelo, dentro do programa, a textura designada. Essa textura tem que ser igualmente leve e no formato .PNG.
  3. Não modifique mais o nome da textura. O arquivo do modelo exportado irá guardar uma referência ao nome original; dessa forma, se você mudar o nome, ele perde o link e carrega seu modelo wireframe.

Configurações para seu modelo .dae

Se você está gerando um 3d para usar no EZFlar, seja ele código ou o gerador online, um dos formatos que você pode exporta-lo é o formato collada, o famoso .dae.

Acontece que existem configurações específicas na hora da exportação que tornam seu modelo adequado para funcionar em realidade aumentada. Segue a listagem de configurações para exportar o .dae em Maya e em 3D Studio:

Em Maya, marque as seguintes opções:

  • General Export Options
  • Relative Paths, Triangulate
  • Filter Export
  • Polygon meshes, Normals, Texture Coordinates

Em 3DS MAX, marque as seguintes opções:

  • Standard Options
  • Relative Paths
  • Geometry
  • Normals, Triangulate

Crie seus modelos, exporte em .dae com as configurações acima e não esqueça de testa-los antes! 🙂


Teste seus modelos antes

Olá pessoal!

Hoje trazemos para vocês uma ferramenta bem legal que usamos para testar nossos modelos: ColladaAirViewer.

Super simples e fácil de usar, o colladaAirViewer é recheado de funções: permite que você rotacione seu modelo, dê zoom, teste a texturas diferenciadas, mexa no xml ou até mesmo ver um preview de sua animação (caso seja um modelo animado, é claro!).

Se seu modelo rodar adequadamente nesse programa, certamente funcionará no EZFlar, seja no código ou no gerador online.


Como mexer no código EZFlar

Enquanto nossa seção de “Learning” não fica pronta, você pode ver um passo-a-passo para fazer seus primeiros experimentos com o código. É só dar uma olhada no link do GitHub, clicando aqui!


Nenúfares – Trabalho final – Unesp 2009

Utilizando as ferramentas do gerador automático EZFlar, os alunos da Unesp fizeram esse vídeo de demostração do Trabalho final de Plástica II do curso de Design, orientado pelo Prof. Dr. Dorival Rossi.
Integrantes: Bruno, Yumi, Gabriel, Gi, Karina, Laís, Laura e Victor.

Ficou sensacional, um dos melhores usos do site que já vimos!

Muito obrigado pelo prestígio e confiança! 🙂


Fui visualizar uma R.A. do gerador e a câmera não funcionou. E agora?

Caso você esteja utilizando um Mac, há um problema conhecido para usar as R.A.s geradas pelo nosso gerador automático: as vezes, a câmera não funciona.

Tal problema não tem nada a ver com o EZFlar, mas sim com uma configuração do Mac – problema superfácil de ser consertado. Alguns passos rápidos e tudo vai funcionar perfeitamente, olha só:

  • Na janelinha do flash onde está escrito “Permitir” ou “Negar”, você clica com o botão direito;
  • Selecione “Configurações”;
  • Vai aparecer uma janelinha cheia de opções. Clique na última aba à direita, onde há o desenho de uma webcam;
  • Vai aparecer uma tela com uma lista de câmeras disponíveis. Coloque a correta;
  • Clique em “Fechar”;
  • Você vai voltar para a tela de “Permitir” ou “Negar”. Permita e seja feliz! \o/

Pacote com 54 marcadores para realidade aumentada

ATENÇÃO: (link para download consertado!)

Estamos disponibilizando nesse post um pacotão com 54 marcadores de realidade aumentada, totalmente gratuitos, para vocês usarem em seus projetos com o EZFlar. O pacote inclui:

  • 54 marcadores para Adobe Illustrator;
  • Um jpeg com o design de todos eles;
  • Uma pasta com todos os patterns já criados, prontos para usar. A mesma pasta conta com thumbnails de cada marcador, para que você visualize antes qual prefere.

Segue o NOVO link para download: http://www.easy-share.com/1909360513/54 marcadores de realidade aumentada gratuitos.zip

Grande parte dos marcadores do pacote seguem os padrões de design que propomos como os ideais para a criação de realidade aumentada indireta. Em breve, farei um post mais detalhado sobre como fazer seu marcador corretamente… mas por hora, esse pacote deve ajudar bastante!


Gerador automático de marcadores para realidade aumentada

Muita gente tem nos perguntado como gerar seus próprios marcadores que fazem as realidade aumentadas funcionarem. Dessa forma, segue o link da ferramenta online que utilizamos para esse fim: http://flash.tarotaro.org/blog/2009/07/12/mgo2/

É muito simples de usar. Você clica no link presente no item “2”, irá abrir uma nova tela com o sistema gerador automático. Você autoriza sua câmera a funcionar e mostra seu marcador para a câmera. Quando o marcador estiver devidamente “trackeado”, ou seja, com a linha vermelha espessa em suas arestas, é só clicar em “Get Pattern” e salvar.

É importante lembrar de manter o marcador exatamente reto para a captura desse pattern. Se ele estiver só um pouco torto, essa imperfeição fará com que seu modelo fique maluco com as coordenadas, ok? 🙂


A.R. and Chemistry – Thai education

Great ideas to explain Chemistry in classroom.